Pro Tork quer 25% do mercado de motos em três anos

Empresa instalada no Norte Pioneiro, que produz peças há 25 anos, investiu R$ 50 milhões em uma fábrica de motocicletas


A indústria paranaense de motopeças Pro Tork está colocando nas ruas quatro modelos de motocicletas e um triciclo montados em sua mais nova unidade industrial, localizada em Siqueira Campos, no Norte Pioneiro do Paraná – a mesma cidade onde fica a fábrica de peças. Os objetivos da empresa não são nada modestos: a intenção é atingir a produção diária de 400 motocicletas e, em três anos, dominar 25% do mercado nacional.

A Pro Tork é maior produtora de motopeças da América Latina com mais de 5,6 mil itens fabricados em suas seis unidades fabris. A empresa, há 25 anos no mercado, comercializa suas peças para 50 países e emprega quase quatro mil pessoas. Para passar a fabricar em série suas motocicletas, ela investiu R$ 50 milhões em pesquisa e no desenvolvimento da sua linha de produção. Anteriormente a empresa já fabricava minimotos de competição, mas sob encomenda.

Da sua linha de produção agora saem motocicletas de 50 e 100 cilindradas, além do triciclo de carga batizado de Heavy Duty, o carro-chefe da marca, que chega às lojas com preço médio de R$ 10,8 mil. As três motos se juntam às duas minimotos de competição que já eram fabricadas pela Pro Tork mas em pequena escala.

Os únicos componentes que não são fabricados no Brasil são os motores, produzidos na unidade da Pro Tork na China. “Conseguimos chegar a veículos de qualidade e com preço acessível, sem falar na facilidade de encontrar peças de reposição fabricadas no Brasil”, conta o gerente de implantação de projetos da Pro Tork, Leocir Lima.

A nova planta industrial tem seis mil metros quadrados. Por enquanto a empresa produz em escala experimental 105 motos em um turno diário. Em maio, passa a operar em dois turnos, com produção de 150 motocicletas por dia. Até o fim do ano, a Pro Tork terá 500 funcionários para produzir 400 unidades diariamente, a maioria do triciclo Heavy Duty.

Todos os modelos já estão disponíveis para comercialização no Brasil e na América Latina. A Pro Tork negocia com redes de lojas de departamento e mantém conversas para abrir 280 revendas autorizadas no país.

Ler 1493 vezes
Entre para postar comentários
Top