Quinta, 15 Julho 2021 00:08

Educação financeira já é realidade nas escolas

Escrito por

Em Maringá, crianças aprendem a planejar e a lidar com o dinheiro enquanto praticam o segundo idioma

Recentemente o Ministério da Educação (MEC) anunciou uma parceria com a Comissão de Valores Imobiliários (CVM) para qualificar professores da rede pública e privada em educação financeira. A importância do tema é tamanha que algumas escolas já até incluíram o assunto em sua grade curricular.

Em Maringá (PR), crianças da Educação Infantil e Ensino Fundamental do Colégio Marista aprendem conceitos de educação financeira enquanto aprendem a língua inglesa, por exemplo. O principal benefício do projeto para as crianças é aprender sobre consumo consciente e sustentabilidade, valorizando o que se tem, sabendo como se organizar e planejar. Além disso, é uma ótima oportunidade para que os estudantes aprendam os conceitos básicos de dinheiro, como economizar para um objetivo e gastar apenas o que pode pagar.

Bens materiais e imateriais
A proposta traz aspectos da educação financeira de uma forma bem ampla, trabalhando com metas e objetivos claros e também atividades lúdicas. “Não falamos só de dinheiro. Ao longo do ano, os estudantes aprendem a lidar com seus sonhos e a refletir como poderiam torná-los realidade a partir de planejamento, organização e estabelecimento de metas”, conta a coordenadora de Internacionalização responsável pelo projeto, Ana Paula Barbosa Garcia.

Para isso, durante as aulas, que acontecem até novembro, são propostas atividades lúdicas como porquinhos e lojinhas. Além disso, no segundo semestre será realizado o Flea Market, uma feira virtual em que os alunos vendem itens de segunda mão.
Por meio dessas iniciativas, são elencados os sonhos que precisam de dinheiro para serem realizados, como comprar uma bicicleta, mas também os que não precisam, como passar mais tempo com a família e com os amigos. A professora explica que, nas aulas, ambas as situações são debatidas, buscando encontrar a melhor forma de atingir o objetivo.

Ler 41 vezes
Entre para postar comentários
Top