UFFS promove segundo ciclo de formação para professores que atuam no Projeto Escola Intercultural Bilíngue de Fronteira
Projeto de extensão da UFFS busca atender cerca de 30 professores da cidade de Dionísio Cerqueira-SC, além de gestores de educação

Assessoria


Na quarta-feira (18), a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) lançou a segunda edição do curso de formação para professores que atuam no Projeto Escola Intercultural Bilíngue de Fronteira.

O projeto de extensão é desenvolvido em parceria com a Secretaria de Educação do Estado de Santa Catarina e busca atender cerca de 30 professores da cidade de Dionísio Cerqueira-SC, além de gestores de educação.

O evento de lançamento foi realizado remotamente e, durante a abertura, os alunos da Escola Estadual Governador Irineu Bornhausen fizeram apresentações culturais, com poesia e música. Os professores que atuam na escola participaram das atividades de formação no ano passado e agora integram a segunda edição junto com profissionais de educação de outras nove escolas de Dionísio Cerqueira.

Nesta edição, o curso será composto por oito módulos e tem como foco discutir aspectos da Base Nacional Comum Curricular e do Currículo Base do Território Catarinense. Entre as temáticas que serão abordadas estão: alfabetização e letramento; jogos, brincadeiras e música; teatro e contação de história; oficinas lúdicas de matemática; neurociência e bem-estar; robótica e linguagem computacional; educação financeira e metodologias ativas.

Como na primeira edição, o curso será ministrado de maneira remota por professores da UFFS do Campus Realeza e do Campus Chapecó. As atividades iniciam na sexta-feira (20) com a oficina de “Alfabetização, letramento e produção textual”, que será ministrada pelos professores Otília Lizete de Oliviera Martins Heinig, Cláudia Finger-Kratochvil e Élsio José Corá. O curso terá carga horária total de 36 horas.

De acordo com a professora do Campus Realeza Ana Carolina Teixeira Pinto, que integra a coordenação do projeto junto com o professor do Campus Chapecó Elsio José Corá, o projeto tem como proposta potencializar o trabalho didático-pedagógico dos educadores que atuam nas séries inicias do ensino fundamental, além disso os temas propostos nesta edição foram definidos a partir de uma necessidade dos professores e das escolas.

Ler 89 vezes
Entre para postar comentários
Top