Imprimir esta página
Vagas temporárias para o fim do ano: como se destacar em uma entrevista de emprego?

6 dicas importantes para aproveitar essa oportunidade

Oriana Gaio (*)

Estima-se que sejam criadas quase 95 mil vagas temporárias até o final do ano. Para a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) isso é decorrência dos avanços na vacinação que possibilitarão crescimento no movimento de pessoas, principalmente na época das festas de fim de ano. Destaque para o setor de vestuário que deve contratar em torno de 57 mil pessoas, seguido pelo setor de hipermercados, com quase 19 mil vagas temporárias.

Nas diferentes regiões do país, São Paulo é o estado que deve contratar mais pessoas, em torno de 25 mil trabalhadores. Depois, Minas Gerais com 10 mil trabalhadores, seguido por Rio de Janeiro e Paraná com um pouco mais de 7 mil vagas temporárias.

Mas como se destacar para uma entrevista de emprego e aproveitar essas oportunidades? Tudo começa pela criação de um currículo diferenciado para cada vaga aplicada. É comum as empresas receberem currículos em que o objetivo profissional está totalmente desalinhado com as características da vaga pretendida. Então, aqui já fica a primeira dica: leia com atenção a descrição da vaga e adeque seu currículo a ela.

O passo seguinte é a preparação para a entrevista. Nesse quesito, há muitos aspectos que devem ser levados em conta. Primeiramente, verifique se a entrevista será on-line ou presencial. Com a pandemia, e a possibilidade da flexibilidade geográfica, muitas empresas adotaram novos formatos de recrutamento e seleção, e as entrevistas on-line vieram para ficar.

Nas entrevistas on-line é imprescindível verificar e testar a qualidade da conexão antes de iniciar a chamada. Além disso, o ambiente utilizado deve ser o mais neutro possível e sem muita informação de fundo, para não distrair o entrevistador ou até mesmo não expor a privacidade do candidato. Outro aspecto interessante é a minimização dos ruídos. Combine com as pessoas que moram com você para auxiliar com os animais ou crianças para que não interferiam no momento da entrevista.

A pontualidade e aparência devem ser levados em conta tanto nas entrevistas on-line, quanto nas presenciais. Pense qual imagem você gostaria de passar para a empresa que quer te contratar. Se você atrasar para a entrevista, dará a entender que não consegue cumprir horários e será um funcionário que chegará atrasado para o dia de trabalho. Quanto a aparência, aqui é sempre uma grande dúvida: o que vestir? Minha dica é: aposte no básico. O menos é sempre mais!

Outra recomendação básica é procurar informações sobre a empresa antes da entrevista. Acesse o site institucional e procure saber qual a missão, valores e objetivos da organização, quais os produtos e serviços oferecidos, em quais cidades, estados e até países ela está inserida. Conhecer a história da empresa pode trazer pontos positivos neste momento.

Não utilize termos clichês e não minta! Mesmo na ânsia de tentar impressionar o entrevistador, seja você. Uma dica é fazer uma lista de situações positivas e negativas que você enfrentou no trabalho ao longo de sua vida e como lidou com elas. Além disso, anote suas qualidades e defeitos e ao ser perguntado sobre determinado assunto, relembre o que você listou e apresente ao entrevistador de forma clara e objetiva.

Ao final do processo seletivo, caso não seja selecionado para ocupar a vaga, retome sua experiência de todo o processo de seleção e tente entender qual foi a falha. Tudo é aprendizado e pode ser utilizado para as próximas oportunidades.

Para você que foi aprovado, tenha em mente que essa nova oportunidade pode ser o início de uma grande carreira de sucesso.

Segundo a Confederação Nacional do Comércio, espera-se que 12% das vagas temporárias passarão para efetivação. Então aqui, vão mais algumas dicas de como ser efetivado quando terminar o prazo do trabalho temporário: demonstre comprometimento e interesse com o trabalho, conhecendo a fundo a empresa, os produtos e serviços que ela oferece; construa relacionamentos e trabalhe em grupo e, principalmente, qualifique-se na área.

*Oriana Gaio é especialista em Planejamento e Gestão de Negócios, com MBA em Liderança, e Coordenadora dos Cursos de Pós-Graduação em Negócios do Centro Universitário Internacional UNINTER

Ler 477 vezes
Entre para postar comentários