“Fala com sabedoria, ensina com amor”!

A Campanha da Fraternidade de 2022 trata do tema da Educação, inspirada no lema “fala com sabedoria, ensina com amor” (Pr 31,26). Noutra tradução lê-se: “Abre a boca com sensatez, e sua língua ensina com bondade”.

Uma feliz combinação entre sensatez e bondade, como também da sabedoria e amor, dos pais que transmitem instruções aos seus filhos, ou seja, os filhos sempre são os destinatários da educação amorosa de seus pais. Os reflexos de um ensino feito no e por amor são visíveis nos gestos e atitudes dos que aprendem. No Texto-Base lemos: “É, pois, com essa certeza que a Campanha da Fraternidade de 2022 nos convida a refletir sobre a indispensável relação entre fraternidade e educação. Já tendo, por duas vezes, se debruçado sobre essa relação (1982 e 1998), a realidade de nossos dias fez com que o tema educação recebesse destaque, dentre os vários sugeridos, e fosse escolhido para mais uma Campanha da Fraternidade” (p. 12).

Objetivo Geral

Promover diálogos a partir da realidade educativa do Brasil, à luz da fé cristã, propondo caminhos em favor do humanismo integral e solidário.

Objetivos Específicos

1. Analisar o contexto da educação na cultura atual e seus desafios potencializados pela pandemia.

2. Verificar o impacto das políticas públicas na educação.

3. Identificar valores e referências da Palavra de Deus e da Tradição cristã em vista de uma educação humanizadora na perspectiva do Reino de Deus.

4. Pensar o papel da família, da comunidade de fé e da sociedade no processo educativo, com a colaboração dos educadores e das instituições de ensino.

5. Incentivar propostas educativas que, enraizadas no Evangelho, promovam a dignidade humana, a experiência do transcendente, a cultura do encontro e o cuidado com a casa comum.

6. Estimular a organização do serviço pastoral junto a escolas, universidades, centros comunitários e outros espaços educativos, em especial das instituições católicas de ensino.

7. Promover uma educação comprometida com novas formas de economia, de política e de progresso verdadeiramente a serviço da vida humana, em especial, dos mais pobres.

Espiritualidade quaresmal

A Campanha da Fraternidade é um dos modos de viver a espiritualidade quaresmal. A Igreja do Brasil nos propõe essa jornada de reflexão e oração até a Páscoa da Ressurreição, dia 17 de abril, com momentos de diálogo e reflexão, organizados em três momentos: escutar, discernir e agir.

Escutar: É um convite para conversar sobre a realidade da Educação no Brasil, seus desafios, marcos históricos e avanços na perspectiva de uma Educação para a Liberdade.

Discernir: É a possibilidade de refletir o contexto vivido, à luz da Palavra de Deus e dos documentos da Igreja e tomar decisões em vista do agir.

Agir: A partir das experiências exitosas e em respostas aos desafios encontrados, vamos definir gestos e ações concretas para termos um sistema educacional a serviço da vida e acessível a todas as pessoas.

Neste 1º Domingo da Quaresma, rezemos: “Concedei-nos, ó Deus onipotente, que, ao longo desta Quaresma, possamos progredir no conhecimento de Jesus Cristo e corresponder a seu amor por uma vida santa”. Com ele vamos ao deserto, conduzidos pelo Espírito Santo, para vencer o espírito do mal.

Dom Edgar Xavier Ertl – Bispo da Diocese de Palmas-Francisco Beltrão

Ler 181 vezes
Entre para postar comentários
Top