Dona Izarina é homenageada pelos 21 anos de trabalho em favor da qualidade de vida

Você já imaginou se ninguém recolhesse os resíduos sólidos e orgânicos da sua cidade? Como seria o ambiente ao redor da sua casa, no seu bairro?

Se hoje, temos limpeza e um ambiente agradável em nossas cidades, isso se deve a catadores de resíduos e aos programas de coleta de resíduos orgânicos e sólidos. A coleta do lixo urbano é para muitas famílias uma excelente fonte de renda. Em Realeza, uma das integrantes da APARA - Associação de Apoio aos Agentes Ambientais de Realeza, dona Izarina Guerra, 73 anos, há 21 anos atuando na coleta seletiva dos resíduos recicláveis de Realeza, foi homenageada na Câmara Municipal.

Dona Izarina relata que coneceu Helena Lorenzi, onde trabalhou em sua casa e nos cuidados com a horta, sendo muito bem tratada, cultivando uma grande amizade e era considerada como uma pessoa da casa. Esse trabalho e essa amizade rendeu para a família de Izarina, um auxílio na parte alimentícia. Mas não era isso que dona Izarina queria. Ela queria um trabalho que lhe desse condições de sustentar suas crianças sem depender de Assistência Social e de favores de outros.

Foi então, que a amiga Helena procurou a coordenação da APARA, na época coordenada por Lurdinha Rool, onde conseguiu um carrinho para a coleta reciclável e que lhe deu sustentação e qualidade de vida, durante 21 anos.- Educação para Jovens e Adultos onde aprendeu a ler, a fazer contas e a escrever, anotando em um caderno que carrega em seu carrinho de coleta, os ganhos, as contas a pagar e saber então, o que sobre e o quanto precisa trabalhar para ganhar o seu dinheiro e com planejamento, atingir suas metas. O feito da conquista de um lugar na APARA é comemorado todos os anos no dia 04 de fevereiro, com um bolo, pois para ela, o feito tem que ser comemorado.

Conquistou um trabalho, construiu sua casa, conta com uma horta de onde presenteia amigos com a colheita, dona Izanira representa a garra, a determinação e com foco em poder contribuir para o bem estar da sua família e é um exemplo a ser seguido, pois na vida tudo é possível, especialmente quando se quer conquistar o bem-estar e realizar os seus sonhos.

Izarina Guerra nasceu em 04 de outubro de 1949, casou com Arlindo Guerra, teve uma filha e criou três crianças. Antes de vir para a cidade, Izarina morou na comunidade de Vila Nova, interior de Realeza. Ao ficar viúva trabalhu duro e lutou muito para receber os seus direitos junto ao INSS. Hoje, um exemplo de vida!

A Homenagem realizada na sessão da Câmara Municipal na noite de 28 de março, foi uma proposição dos vereadores professora Bia, Junior Costa e Joelei Basso.

Ler 82 vezes
Entre para postar comentários
Top