Suspeito de matar a ex esposa em igreja não demonstrou arrependimento ao confessar o crime

A Delegacia da Mulher de Londrina divulgou informações sobre o crime cometido em uma igreja da zona leste da cidade, onde Lígia da Silva foi morta a tiros na terça-feira (05). O principal suspeito do crime é o ex-marido da vítima […]

A Delegacia da Mulher de Londrina divulgou informações sobre o crime cometido em uma igreja da zona leste da cidade, onde Lígia da Silva foi morta a tiros na terça-feira (05). O principal suspeito do crime é o ex-marido da vítima que foi preso na quinta-feira (07) em Piracicaba no estado de São Paulo. Conforme a Polícia Civil, após cometer o crime, Everton teria trocado de veículo até comprar um Peugeot 207. Uma denúncia anônima recebida pelos investigadores da Delegacia da Mulher de Londrina informou que o acusado estaria na cidade de Capão Bonito. Policias civis de São Paulo (SP), em conjunto com a Policia Militar Rodoviária de SP, iniciaram os cercos. Ele teria passado por uma agencia bancaria da cidade, feito um saque e saído em direção a Itapetininga. Na tarde de quinta-feira (07), ele foi visto na rodovia SP-135, onde, perto do KM 15, perdeu o controle em uma curva ao arremessar uma pistola .380 para fora do carro. O veículo ficou destruído ao capotar diversas vezes e ele foi capturado. Em depoimento ao delegado de Piracicaba, Gillys Esquitini Scrocca, Everton não demonstrou arrependimento ao confessar o crime, disse que tinha motivos e que não estava arrependido. Ele é suspeito de matar Lígia com cinco tiros na cabeça.

Everton respondia por outro homicídio em liberdade. Ainda não foi divulgada a defesa do acusado.

Ler 99 vezes
Entre para postar comentários
Top