Antonina: Projeto inclui a festa das culturas caiçara e camponesa no calendário oficial do estado
Assessoria

Um projeto de lei de iniciativa da deputada estadual Luciana Rafagnin (PT) insere no Calendário Oficial de Eventos do Estado do Paraná a “Festa da Reforma Agrária: Celebrando a Cultura Caiçara e Camponesa”, realizada anualmente no último sábado do mês de novembro na Comunidade Agroflorestal José Lutzemberger, no Rio Pequeno, município de Antonina.

O evento objetiva festejar as culturas caiçara e camponesa do Litoral Paranaense, com comidas e bebidas típicas da região, baile de Fandango e também imprime um viés de educação ambiental, aproveitando a oportunidade para realizar visitas e atividades ao sistema agroflorestal implementado na comunidade e para plantio de árvores nativas da Mata Atlântica. É fruto ainda de parceria entre os camponeses do Litoral e a Associação de Cultura Popular Mandicuera, da Ilha dos Valadares de Paranaguá.

A Comunidade Agroflorestal José Lutzemberger, há mais de 18 anos, recupera a área desmatada da Mata Atlântica, com a preservação da mata ciliar do Rio Pequeno, manejos agroecológicos e, com isso, contribui para a redução do assoreamento da Baía de Antonina, entre outros benefícios para a região. O reconhecimento de seus trabalhos rendeu ao José Lutzemberger o prêmio Juliana Santili do Instituto Sócioambiental (ISA) na modalidade de conservação e ampliação da agrobiodiversidade. O ISA é uma referência internacional em direitos socioambientais de povos e comunidades tradicionais.

A proteção da Palmeira Jussara e a utilização do açaí para polpa, sem precisar cortar o palmito, é outro destaque da atividade produtiva e agroecológica das famílias camponesas do José Lutzemberger. A Folia do Divino também é um dos momentos importantes da festa e da preservação cultural celebrada na comunidade de Antonina. “Além de preservar a cultura do Litoral do Paraná, a Festa fomenta o ecoturismo na região, o que justifica sua inserção no Calendário Oficial de Eventos do Estado”, afirma Luciana.

 

Ler 73 vezes
Entre para postar comentários
Top