Veículos - Jornal Novo Tempo
Os números relativos ao trânsito no Brasil são alarmantes.
 São 55,9 milhões de veículos em circulação, sendo que a cada ano outros três milhões de automóveis – incluindo carros de passeio e caminhões – e 1 milhão de motocicletas ganham as ruas do país.
Na briga entre os sedãs pequenos a Fiat levou a melhor em agosto. Pela primeira vez o Siena vendeu mais do que o seu concorrente Classic, da GM.
Se por um lado muitas pessoas disseminam os problemas da crise, de outro, percebe-se que o conforto, a comodidade e a o investimento na aquisição de veículos, continua em ritmo acelerado na região.
A partir de 1º de julho, motoristas “envolvidos em acidentes graves” vão ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) cancelada e deverão fazer o processo para retirá-la desde o início. É o que determina uma nova resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Os dez maiores municípios do Paraná concentram 42% da população do estado e 49,74% da frota de veículos, conforme demonstram dados do Departamento de Trânsito (Detran).

O mistério que o governo fez ao redor do anúncio de prorrogação do desconto do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) nos veículos novos deu certo.

A crise que atingiu diversos setores da economia a partir do último trimestre de 2008 deixou claro o efeito registrado pela indústria automobilística: são os carros populares que estão segurando as vendas das montadoras com subsidiárias no Brasil.

O governo do Estado autorizou a compra de 470 ônibus escolares junto à montadora Iveco, empresa subsidiária do Grupo Fiat, no valor de R$ 53,5 milhões. "A aquisição de mais estes 470 ônibus, do total de 1.100, vão beneficiar milhares de estudantes. É mais um compromisso nosso com a qualidade da educação no Paraná e com a segurança dos nossos estudantes", declarou o governador.

Poucos setores passarão por uma transformação tão grande quanto a indústria automotiva durante os próximos anos.

O erro na alíquota do Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) para alguns modelos de caminhonetes, divulgado na última sexta-feira pela Gazeta do Povo, atingiu 177 mil automóveis, informou ontem a Receita Estadual.

Página 16 de 30
Top