PEC do Espanhol avança na ALEP com criação de Comissão Especial

Foi criada na Assembleia Legislativa do Paraná a Comissão Especial para analisar a Proposta de Emenda à Constituição 3/2021 que trata da inclusão da língua espanhola na matriz curricular da rede estadual de ensino do Paraná.

O deputado Arilson Chiorato (PT), um dos autores da proposta, explica que a constituição da Comissão Especial é um ato importante no processo para aprovação da nova disciplina nas escolas públicas estaduais.

“A partir de segunda-feira (21), teremos o prazo de três sessões para apresentação de emendas e depois mais dez para discussão e conclusão do relatório", comenta.

Na avaliação do parlamentar, que é titular da Comissão, a inclusão do ensino da língua espanhola na matriz curricular vai trazer inúmeros ganhos não só à educação, mas também para os negócios.

“Com certeza, teremos estudantes com uma melhor compreensão do idioma falado nos países vizinhos e, com isso, novas oportunidades irão surgir, tanto no campo das relações interpessoais, quanto econômicas, uma vez que o espanhol é o idioma do Mercosul”, ressalta.

O deputado Arilson acredita na aprovação da PEC do Espanhol. “Eu acredito porque o Paraná e os paranaenses só terão a ganhar ao tornar os estudantes da rede pública trilíngues”, diz. A PEC do Espanhol é assinada por 19 parlamentares.

“Professores e estudantes estão na expectativa da avaliação dessa Comissão Especial, nossa luta é para que a disciplina seja inserida na matriz”, afirma a professora universitária Amábile Piacentine, de Apucarana e integrante do Movimento Fica Espanhol.

A PEC 3/2021 acrescenta no artigo 179 da Constituição do Estado a obrigatoriedade do espanhol no ensino fundamental II até o final do ensino médio em todas as escolas do Paraná. O idioma deverá ser ministrado no horário regular de ensino, com no mínimo de duas horas/aula na carga horária semanal.

Integram a Comissão, na condição de titular, os deputados Hussein Bakri (PSD), Tiago Amaral (PSB), Rodrigo Estacho (PV), Arilson Chiorato (PT) e Luiz Fernando Guerra (PSL). Já os suplentes na Comissão são os deputados Cobra Repórter (PSD), Artagão Júnior (PSB), Bazana (PV), Tadeu Veneri (PT) e Coronel Lee (PSL).

Ler 142 vezes
Entre para postar comentários
Top